Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Socioeducandos da Fasepa participam da Feira do Artesanato Mundial

Socioeducandos da Fasepa participam da Feira do Artesanato Mundial

Móveis e objetos decorativos com design e grafismo inovador, antenado com as últimas tendências décor. Foi com esse espírito inovador e dinâmico que jovens que cumprem medida socioeducativa na Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), deram as boas vindas e mostraram o seu cartão de visita aos visitantes da Feira do Artesanato Mundial (FAM), que está sendo realizada no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia (Hangar), em Belém (PA) até domingo (24.03). O evento é uma realização do Governo do Estado, que visa estimular e promover a geração de renda por meio do fortalecimento da produção artesanal.

 
 
Atualmente muito tem se falado sobre a necessidade e os desafios de se estabelecer uma convivência harmônica entre o homem e a natureza, a partir de boas práticas ambientais. Foi com essa perspectiva, que a equipe Fasepa instrui e conduz os jovens na elaboração prévia dos projetos pedagógicos e metodológicos durante as ações desenvolvidas nas Unidade de atendimento socioeducativo (Uases), visando a reintegração do jovem ao convívio familiar e social.
 
Pintura em tela, cadeiras e poltronas, mesas de centro, longarinas, jardineiras e vasos com desenhos inspirados na fauna e flora, confeccionados a partir da reciclagem de pneus automobilísticos, bikes e outros. Em destaque o projeto de educação ambiental ‘Terra Viva’ e suas ramificações, neste caso os ‘Pneus Móveis’, responsável por grande parte de tudo que era comercializado na FAM.
 
                                                     
                                               Tucano (foto) feito a partir de pneus reciclado
De acordo com o arteeducador e coordenador do projeto Pneus Móveis, Antônio Silva, “o público têm interesse pelos produtos e se surpreende, quando são informadas de que os artigos e objetos à venda, são feito por jovens que estão privados de liberdade”, declara Silva. Ainda segundo ele, “nosso produto é feito de maneira bastante artesanal. É socialmente e ambientalmente correto, tem uma excelente qualidade, sem contar o caráter social, assistencial, humano e pedagógico deste projeto”.
 
A prova do grau de aceitação dos produtos comercializados durante a Feira, é o fato de que aproximadamente 90% das mercadorias já tinham sido vendidas. A pedido da Fasepa, alguns compradores ainda não puderam retirar suas mercadorias pela dificuldade de reposição dos itens, o que implicaria na falta de visibilidade no stand. Participam da Feira, não apenas os jovens que estão envolvidos diretamente no processo produtivo e criativo destes cursos e oficinas, como também aqueles que por ventura, acabam se identificando com outras temáticas.
 
                                                     
                                        Visitantes interessados em comprar adubo orgânico
“É a primeira vez que eu participo de uma coisa tão maravilhosa como essa. Eu quero estudar, aprender e abrir meu próprio negócio”, disse um jovem-expositor de 16 anos, que há um ano e meio cumpre medida socioeducativa. Ele conta que começou recentemente um curso de artesanato em paletes em madeira, [promovido pela Fasepa] e que não ver a hora de um dia estar ali expondo juntamente com pessoas do mundo todo.
 

Reciclagem de pneus- Segundo dados de algumas organizações internacionais, a produção de pneus novos está estimada em cerca de 2 milhões por dia em todo o mundo. Por outro lado, o descarte de pneus velhos chega a atingir, anualmente, a incrível marca de 800 milhões de unidades. Somente o Brasil produz cerca de 40 milhões de pneus novos, ano. Isso significa que devemos pensar em alternativas sustentáveis para o reaproveitamento deste material.

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível